EM ABRIL, IMÓVEIS DE MÉDIO E ALTO PADRÕES PUXARAM DESEMPENHO POSITIVO DO MERCADO IMOBILIÁRIO DO DF

17 jun 2021

O mercado imobiliário do Distrito Federal abriu o segundo trimestre de 2021 mantendo resultados positivos e a sinalização de recuperação sustentada do setor. Em abril, foi registrado Índice de Velocidade de Vendas (IVV) de 8,5% no segmento residencial, superior ao realizado ao mesmo período de 2020, quando o indicador alcançou 5,2%. A pesquisa aferiu o lançamento de dois novos empreendimentos, com a oferta de 130 novas unidades residenciais. Em abril, foram comercializados 343 imóveis no DF, com destaque para os segmentos de médio e alto padrões (acima de R$ 250 mil): as regiões com o maior volume de comercialização de imóveis em abril foram Águas Claras (88), Noroeste (85) e Santa Maria (45).

“Os resultados da pesquisa demonstram que o mercado imobiliário apresenta crescimento sustentado, mesmo no momento de recrudescimento da pandemia. É um sinal importante não apenas do otimismo do empreendedor, como principalmente da confiança do comprador, que se manteve”, avalia Eduardo Aroeira Almeida, presidente da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (ADEMI DF). “Fica claro, ainda, que o mercado está atraindo desde o comprador que planeja morar, seja no seu primeiro imóvel ou fazendo um upgrade para mais espaço, quanto o investidor”.

“Entre outras coisas, a manutenção da taxa de juros dos financiamentos imobiliários em patamares baixos tem contribuído para o bom desempenho das vendas. Como a demanda por imóveis no país ainda é bastante alta, a expectativa é de que o mercado permaneça aquecido, em se mantendo esse cenário econômico positivo˜, acrescenta o vice-presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil (SINDUSCON-DF), Adalberto Valadão Júnior.

 

Melhor abril da história – O IVV acompanha o desempenho do mercado imobiliário do Distrito Federal. Iniciativa conjunta da ADEMI DF com o SINDUSCON-DF, com apoio do SEBRAE-DF, a pesquisa é realizada pela Opinião Informação Estratégica. A coleta de dados é mensal, junto às construtoras e incorporadoras mais representativas do mercado. Quanto mais alto o índice, menor o tempo necessário para vender as unidades dos empreendimentos.

Em abril, foram lançados empreendimentos no bairro do Noroeste e Park Sul. Comparada com abril de 2020, a oferta de imóveis residenciais novos cresceu 51,4% em abril de 2021, acumulando 4.047 unidades em todo o Distrito Federal. Apesar de leve oscilação quando comparadas com março de 2021, de 472 para 343 unidades, as vendas realizadas fizeram do abril de 2021 o melhor da série histórica da pesquisa.

 

Autor
Avatar

Imprensa Ademi-DF

Categorias

Parceiros