CRESCE O NÚMERO DE NOVOS EMPREGOS NA CONSTRUÇÃO CIVIL, SEGUNDO NOVO CAGED

29 jun 2022

A construção civil gerou 35.445 novos postos de trabalho com carteira assinada em todo o Brasil no último mês de maio, conforme dados do Novo Caged, divulgados nesta terça-feira (28) pelo Ministério do Trabalho e Previdência.

Este foi o melhor desempenho registrado pelo mercado de trabalho formal do setor desde fevereiro de 2022, quando foram criados 39.200 novos empregos.

Segundo a economista da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), Ieda Vasconcelos, nos primeiros cinco meses do ano o setor da construção já gerou 155.507 novos postos de trabalho. “Somente em 2022, o número de trabalhadores no setor já registrou incremento de 6,74%. Isso significa que, enquanto em dezembro/2021 o setor possuía 2,308 milhões de trabalhadores, em maio esse número passou para 2,464 milhões”, destacou.

Vasconcelos reforça que esses resultados confirmam o bom desempenho do mercado de trabalho do setor, que desde junho/2020 vem registrando desempenho positivo, com exceção dos meses de dezembro/2020 e dezembro/2021 (sazonais).

O saldo de novas vagas geradas pelo setor em maio foi o maior desde fevereiro/2022 (39.200). Ainda de acordo com a economista da CBIC, vale ressaltar que, apesar de a construção responder por 5,9% do total de trabalhadores formais no País, ela foi responsável pela criação de 12,8% das novas vagas criadas em maio/2022.

No setor, a criação de novas vagas continua sendo impulsionada pelos segmentos de Construção de Edifícios e Serviços Especializados para a Construção, que, em maio, foram responsáveis por 15.908 e 10.975 novos empregos, respectivamente.

O segmento de obras de infraestrutura também registrou resultado positivo, mas em menor patamar: 8.562 novas vagas.

Acesse  análise completa sobre o assunto no Informativo Econômico do Banco de Dados da CBIC.

(Com Agência CBIC)

Autor
Avatar

Imprensa Ademi-DF

Categorias

Parceiros