INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO BUSCA SAÍDA PARA DISPARADA NO CUSTO DE MATERIAIS

14 jun 2022

A alta dos custos dos materiais de construção tem colocado em risco empresas e empregos do setor. Em maio, os materiais de construção subiram 1,7%, pressionados principalmente pela alta do preço do aço, que encostou em 7%. Esse aumento vem levando a indústria da construção a buscar saídas para encontrar novos fornecedores e amenizar essa pressão de custos. Assim, está aberto até o dia 17 de junho o terceiro lote de compra de aço turco homologado pela Cooperativa da Construção Civil do Estado de Santa Catarina (CooperconSC), com apoio da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).

Nos primeiros cinco meses do ano, o Índice Nacional de Custo de Construção (INCC), da Fundação Getúlio Vargas (FGV), já aumentou 5,28% e, em 12 meses, 11,59%, superando o teto da meta inflacionária nacional de 5% em 2022.

O aumento confirma a percepção negativa dos empresários do setor da construção, indicada no levantamento inédito da Sondagem da Indústria da Construção da CBIC junto à Confederação Nacional da Indústria (CNI), que já apontava alta do custo dos insumos nos primeiros três meses de 2022.

Aumento dos custos preocupa o amanhã

Na avaliação do presidente da CBIC, José Carlos Martins, esse aumento do custo dos insumos acaba fazendo com que a “inflação da construção” seja superior à inflação do Brasil, o que provoca um descolamento entre renda, capacidade de compra e preço do imóvel.

Martins alerta que, com o lançamento de novos imóveis as empresas terão que absorver esse aumento de custos, impactando o preço de vendas. “Estamos muito atentos a isso e trabalhando para mitigar todos esses problemas para reverter esse quadro”, frisou o dirigente ao comentar que é incrível como o setor está batendo recordes de crescimento e de contratação de mão de obra, o que é muito bom para o setor e para o país. “A nossa preocupação é com o amanhã. A venda de hoje é o emprego de amanhã”, disse.

Para o presidente da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (ADEMI DF), Eduardo Aroeira Almeida, a alta do concreto acendeu um sinal de alerta no mercado imobiliário. “O concreto sempre foi um dos principais produtos que compõem o custo de uma edificação. Nos últimos meses estamos verificando um aumento regular e elevado do seu custo, o que tem feito que aumente a participação do concreto no custo final da construção”, justifica o executivo. “Isso é grave, pois está aumentando muito acima do custo dos materiais de construção e nos preocupa pela necessidade de ter de aumentar o valor final do imóvel”, acrescenta.

Segundo ele, essa oscilação de preços prejudica não apenas os negócios das empresas, mas principalmente as pessoas interessadas em comprar um imóvel. “Prejudica o sonho da casa própria das pessoas. É por isso que as empresas estão se mobilizando para trazer razoabilidade para essa questão do aumento dos preços, de forma que o mercado continue saudável para todos”, afirma Aroeira.

Importação de aço via cooperativa vai a 3º lote

30Nesse cenário, a CooperconSC abriu mais uma oportunidade de participação das empresas no 3º Lote de Importação do aço turco CA-50, com Certificação da CooperconSC através do Inmetro, conforme a Portaria 139/2021 e atendendo a todos os requisitos da NBR 7480.

A cooperativa opera o processo completo, desde fechamento e implantação do pedido, até o faturamento da NFe e agendamento de retirada no Porto Emissão de NFe, após nacionalização do material, com todos impostos inclusos.

Dada a importância do insumo para o setor da construção, a CBIC comunica suas associadas e parceiros que, independentemente do volume de carga, podem procurar ter acesso aos produtos importados, a custos acessíveis.

A CBIC está à disposição de cooperativas de compras de todo o país que busquem iniciativas para reduzir o custo do setor a partir de seus Estados ou regiões, aumentando a competitividade da indústria da construção de todo o Brasil.

 

Contatos da Equipe do Portal de Compras:

E-mail: atendimento@cooperconsc.com.br

Fone Fixo: (48) 3028-9451

Karoline Batista: (47) 99152-0455

Jaqueline Rodrigues: (47) 99116-8695

Caroline Custódio: (47) 99203-4339

 

Gestor da CooperconSC: Roberth Meinert

(48) 99608-7681

E-mail: roberth@cooperconsc.com.br

Autor
Avatar

Imprensa Ademi-DF

Categorias

Parceiros