EM MAIO, MERCADO IMOBILIÁRIO CONSOLIDA OFERTA DE IMÓVEIS NO DF

14 jul 2021

O mercado imobiliário do Distrito Federal fechou o mês de maio com novo acréscimo na oferta de unidades residenciais, consolidando o estoque de imóveis disponíveis para comercialização. Resultados da pesquisa Índice de Velocidade de Vendas (IVV) demonstram mais um período de desempenho positivo para o setor, com o lançamento de cinco novos empreendimentos, totalizando 852 novas unidades – em maio, o DF contabilizou 4.690 novas unidades disponíveis para o comprador, maior quantitativo acumulado desde o início da pesquisa há seis anos. Em 2015, a primeira rodada do estudo registrou a oferta de 4.419 unidades residenciais. Em maio de 2021, foi registrado IVV de 8,1% para imóveis residenciais e a venda de 378 apartamentos.

“Esses resultados demonstram o potencial do nosso mercado. O empreendedor do DF retomou o ritmo de lançamentos, focado na demanda por moradia, e o comprador está respondendo”, avalia Eduardo Aroeira Almeida, presidente da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (ADEMI DF). “Temos registrado um volume de vendas satisfatório e atuando para continuar crescendo. O mercado imobiliário do DF vive momento de maturidade”.

“O forte crescimento do mercado pode ser observado pelo crescimento nos lançamentos. Foram mais de 6 vezes o número de unidades lançadas no mesmo período de 2020. Isso reflete o otimismo dos empresários do setor no mercado imobiliário do DF”, destaca o vice-presidente administrativo-financeiro do SINDUSCON-DF, Adalberto Valadão Júnior.

 

Mercado aquecido – O IVV acompanha o desempenho do mercado imobiliário do Distrito Federal. Iniciativa conjunta da ADEMI DF com o SINDUSCON-DF, com apoio do SEBRAE-DF, a pesquisa é realizada pela Opinião Informação Estratégica. A coleta de dados é mensal, junto às construtoras e incorporadoras mais representativas do mercado. Quanto mais alto o índice, menor o tempo necessário para vender as unidades dos empreendimentos.

No mês de maio, imóveis de médio e alto padrões (com valor acima de R$ 250 mil) puxaram as vendas no Distrito Federal: das 378 unidades comercializadas, 204 estão nestas categorias. A pesquisa também mostra que Noroeste, Planaltina e Águas Claras foram as regiões com o maior volume de vendas no mês, com 98, 58 e 52 unidades respectivamente. Os lançamentos de maio aconteceram no Sudoeste, Noroeste e Samambaia.

 

“A expansão do nosso mercado tem contemplado todo o DF, atendendo a todas as faixas de renda da população. O cidadão quer morar bem, com segurança e qualidade de vida”, diz o presidente da ADEMI DF. Na sua avaliação, o movimento de lançamentos entre as diversas regiões comprova que o empreendedor está atento à demanda e atuando para oferecer o produto desejado pelo comprador.

“Apesar do grande número de unidades lançadas, continuamos observando um ótimo índice de velocidade de vendas. Mais unidades disponíveis e mais vendas: o cenário ideal para o consumidor, que tem mais opções de compra, e para o vendedor, que trabalha num mercado aquecido”, finaliza o vice-presidente do SINDUSCON-DF.

Autor
Avatar

Imprensa Ademi-DF

Categorias

Parceiros