ADEMI DF E SINDUSCON-DF DOAM TABLETS PARA CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DF

18 jun 2021

Coronel Rogério Dutra; Coronel Roberto; Comandante-geral Bomfim; Eduardo Aroeira, presidente da Ademi DF; Adalberto Valadão Júnior, vice-presidente do Sinduscon-DF; João Accioly, vice-presidente do Sinduscon-DF

 

A Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (Ademi DF) e o Sindicato da Indústria da Construção Civil do DF (Sinduscon-DF) uniram esforços em mais uma ação de responsabilidade social e doaram 16 tablets para o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF). Os equipamentos serão usados pela corporação para fazer avançar iniciativas de digitalização de processos e atendimento. A entrega aconteceu na quinta-feira (17/06), durante encontro na sede do SINDUSCON-DF.

“Sabemos o esforço que o setor tem feito, como as doações para a ampliação do hospital. E, agora, contribuem conosco. Isso é importante e queremos que esse movimento seja direcionado para inovação no setor de Tecnologia da Informação da corporação”, ressaltou o comandante-geral do CBMDF, coronel Willliam Bomfim. “Precisamos dialogar e trazer resultados que atendam às necessidades das empresas e dos cidadãos, oferecendo um serviço de qualidade. Estamos vivendo um novo momento. Precisamos ser referência!”, afirmou.

Presidente da ADEMI DF, Eduardo Aroeira Almeida avalia que iniciativas como essa devem mobilizar o setor produtivo, como forma de colaborar pela melhoria da qualidade do serviço público prestado no DF. “O Corpo de Bombeiros tem uma atuação fundamental também para o andamento da economia. Temos acompanhado seu esforço para dar agilidade e melhorar os procedimentos, por isso é importante colaborar”, afirmou. Durante o encontro, o dirigente pontuou que o mercado imobiliário está em ascensão e com tendência de aumentar a demanda de análise de novos projetos. “Estamos buscando dialogar para chegarmos lá na frente e não precisarmos atuar de forma emergencial”, salientou.

Adalberto Valadão Júnior, vice-presidente do Sinduscon-DF, avalia que o contato mais próximo e direto com o CBMDF é fundamental. “Podemos apresentar as dores do setor para ajustarmos aquilo que for possível e vice-versa”, destacou.

Os dirigentes das entidades também se colocaram à disposição para auxiliar na revisão de normas ligadas aos Bombeiros, mobilizando especialistas e técnicos para apresentar propostas e soluções que simplifiquem procedimentos com segurança jurídica.

(Com Assessoria de Comunicação Social SINDUSCON-DF)

 

Autor
Avatar

Imprensa Ademi-DF

Categorias

Parceiros