IVV DE IMÓVEIS DE MÉDIO E ALTO PADRÕES BATE RECORDE HISTÓRICO EM JANEIRO DE 2020

10 mar 2020

Resultados mantêm confiança do empresário para investimentos no setor imobiliário

 

O desempenho do mercado imobiliário no primeiro mês de 2020 reforça o otimismo dos empreendedores do Distrito Federal: imóveis de médio e alto padrões registraram Indicador de Velocidade Vendas (IVV) de 4,7%, maior índice registrado para esse período desde o início da pesquisa e um salto de quase 31% quando comparados os janeiros de 2019 e 2018. Esses segmentos também registraram venda positiva em 2020, com aumento de 50% em relação a janeiro de 2019. O conjunto do mercado imobiliário teve desempenho positivo, registrando IVV de 5,9% para unidades residenciais.

“Tivemos um mês de janeiro dentro do esperado, considerada a sazonalidade do nosso setor. É um período de férias, em que as pessoas adiam esse tipo de decisão”, avalia Eduardo Aroeira Almeida, presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (ADEMI-DF). “Ainda assim, tivemos um recorde histórico nos segmentos de médio e alto padrões, além do lançamento de um novo empreendimento no setor Noroeste, o que reforça a confiança do empresário no setor imobiliário”, avalia.

Segundo ele, para além da sazonalidade, o desempenho de janeiro também foi impactado por problemas enfrentados no segmento econômico, decorrentes da demora na liberação de recursos do FGTS.

 

 

A pesquisa IVV acompanha o desempenho do mercado imobiliário do Distrito Federal. Iniciativa da Ademi-DF em parceria com o Sindicato da Indústria da Construção Civil do DF (Sinduscon-DF) e apoio do Sebrae-DF, a pesquisa é realizada pela Opinião Informação Estratégica. A coleta de dados é mensal, junto às construtoras e incorporadoras mais representativas do DF.

 Tendência de crescimento – Em janeiro, a Pesquisa IVV destaca a oferta acumulada de 2.834 unidades residenciais. “O dado demonstra estabilidade na quantidade de imóveis em oferta se comparado com dezembro de 2019, o que leva a crer em uma valorização do imóvel”, explica Adalberto Valadão Júnior, vice-presidente do Sinduscon-DF.

 

Segundo ele, em 2020 a tendência é de crescimento sustentado do mercado. “Tudo indica que terão muitos lançamentos no ano”, afirma. Na avaliação do presidente da ADEMI-DF, os dados de janeiro mantêm a sinalização de potencial valorização dos imóveis no DF. “Ainda é um bom momento para quem vai comprar ou trocar o imóvel”, diz Eduardo Aroeira. “Também é um bom momento para quem deseja fazer um investimento seguro e com retorno garantido”.

 

Em janeiro, as regiões administrativas com mais unidades vendidas foram Santa Maria (47), Noroeste (35) e Samambaia (21), respectivamente.

 

 

 

 

 

Autor
Avatar

usuarioademi

Categorias

Parceiros